Portal Sagrado

 

Toda a intenção deve ser a busca pela verdade e pelos bens não destrutíveis que se encontram na alma de toda tarefa empreendida.

Buscamos viver a vida com a plenitude.

É o ser que se desloca de uma grande chama para o seu interior na alegria. É o envolvimento com cada milímetro da força que vem do coração.

Ser o que se é e fazer uso dos direitos de seguir pela caminhada evolutiva sem repreensões e desacertos é o que queremos agora.

Manifestar-se na luz da existência maior. Iluminar toda face oculta pela dor, pelo medo, pela culpa porque clareando a sua historia de sofrimento, vê-se o quanto a vida determinou de parada e recomeço.

Todo recomeço tem a sua historia e a sua marca. É um novo período com novas atitudes e com novas propostas.

Um ser que emite a luz vivencia também a sua outra face onde não se perde a verdadeira essência.

O medo maior é perder-se na integridade e não se colocar novamente no caminho de seu crescimento.

Quando a luz ilumina o caminho nada fica oculto, sabendo-se que a melhor forma de reverencia a luz é justamente acreditar na sua própria consciência evolutiva.

Ilumina-se e cresce.

Crescendo e amadurecendo constrói-se um mundo onde as aparências ilusórias desvanecem e se perdem.

Somente o ser dotado de seus próprios dons é capaz de se entender com a força criadora.

E onde esta a força criadora senão dentro de seu coração?

Limitar-se é destruir a vida que flui porque o tempo é mágico e também implacável.

Na alegria da entrega esta a chave do aprendizado e de novas compreensões das leis que nos regem.

É o caminho com novas curvas e novos discernimentos.

O que ontem existiu hoje são limites talvez intransponíveis.

Não se apegar talvez seja uma maneira de se proteger na verdade do que se abre.

Romper laços é uma liberdade incalculável e imensurável.

Distinguir-se em conhecimentos cada vez mais sentidos e menos organizados é a fórmula para o bem estar.

Menor organização prática pode levar ao estudo cada vez mais sutil e mais elevado.

Ser e estar no físico e ser e estar na espiritualidade igualmente vai elaborando seu acordo com a sua verdade e a obra de cada um vai se distinguindo segundo seu mais intimo desejo, com a sua vontade plena em contribuir para o mundo melhor.

Compreender-se é entender que a cada um é dado de acordo com seu despertar.

Portanto a cada despertar novas etapas de revitalização. Sem preconceitos e tabus.

Se for preciso acompanhe-se da força e da maestria de um líder, sabendo-se que por mais que se inteire dessa verdade, você segue o seu próprio destino.

O mestre somente pode lhe mostrar uma das facetas de seu crescimento.

O resto é com você e com sua integridade e respeito ao que se coloca em disposição.

Todo movimento exige novas formas de aprendizado.

E onde buscar o aprendizado?

- Olha em sua volta.

- O que você vê?

Uma floresta pode lhe contar sobre todos os seus segredos. Basta escutar e sintonizar.

Um rio pode lhe contar sobre sua travessia. Existe uma ponte?

Claro que sempre há uma ponte de onde você pode definir-se entre o ir e ficar. Entre o ir e voltar.

A decisão sempre sua.

O seu tesouro está exatamente onde você o deixou.

Se estiver escondido em um lamaçal é la que você vai buscá-lo.

Mas o lamaçal também tem seus caminhos.

Para seguir-se num lamaçal é necessário ser leve.

Veja então o conhecimento de seus limites.

Se estiver no momento certo de busca, o sol chega e seca a lama.

É a luz causadora de clareamento nas oportunidades em que se predispôs a aceitar.

O passo é vagaroso, mas seguir é alem disso.

Cada um com suas determinações interiores é que sabe da matéria das suas possibilidades de dons e talentos.

Crer em si sem cobranças e não se exaltar no orgulho talvez seja o principio do seu sucesso.

 

Unidade no Coração e na Alma

 

Corpo vibracional na pureza e na alegria.

A luz vai se encarregando de diluir as dificuldades.

Todos sem exceção são convidados ao crescimento e á aceitação de sua obra pessoal e coletiva.

Estará disposto a aceitar novas propostas de sua alma?

Cada passo reconhecido traz novas plenitudes e assim seguimos a caminho de Deus-Fonte criadora.

Uma alma amorosa.

Autoria desconhecida.

 

' Texto canalizado por Mariyah, em 1 de Outubro de 2010 '

 

[ Topo ]

[ Fechar ]